^

Joelma chega a Recife com atividades na Caixa Cultural

1

O espetáculo “Joelma”, que conta a história de uma das primeiras mulheres trans do Brasil, chega a Recife para curtíssima temporada entre Junho e Julho. Interpretado pelo ator Fabio Vidal – que divide a direção e autoria com Edson Bastos – narra a surpreendente e emocionante vida da baiana Joelma, atualmente com 71 anos de idade. Uma história de afirmação e reinvenção, mesmo em frente a preconceitos e injustiças, que resguarda elementos relativos a questões de gênero e de religiosidade. Natural da cidade de Ipiaú, no interior da Bahia, Joelma parte para São Paulo onde permanece por 30 anos, faz a sua cirurgia de transgenitalização (troca de sexo), casa e volta a sua cidade natal com sua verdadeira cara e alma. Como se não bastasse toda sua trajetória sofrida, um assassinato traz à narrativa do espetáculo um tom de drama policial. O texto traz a tona a inadequação de uma mulher nascida num corpo de homem e é baseado num curta metragem homônimo, dirigido por Edson Bastos.

Além das apresentações, a programação conta com performance pública nas ruas do centro da cidade, três workshops gratuitos (“Teatro Físico”, “Técnicas de Produção Audiovisual” e “Formatação e Gestão de Projetos Culturais”), Projeto Mediação com escolas de Ensino e ações de acessibilidade para pessoas com deficiência auditiva.

As ações do projeto Joelma se alastram para além da cena e alcançam também pessoas com necessidades especiais, pois foram incluídos nas apresentações tradução em Libras para um acesso mais democrático e uma fruição maior de todos ao espetáculo Joelma. A Performance “Joelma Circula” leva a personagem Joelma a um passeio de bicicleta pelas ruas do centro da cidade, convidando o público para assistir ao espetáculo.

Serão oito apresentações na Caixa Cultural Recife: de 30 de Junho a 02 de Julho e de 07 a 09 de Julho. Quintas e Sextas às 20h, Sábados às 17h30 e 20h. As atividades em Recife/PE são apresentadas pela CAIXA Cultural Recife e contam com o patrocínio da CAIXA e Governo Federal.

Share

Reply