^

Oficina Insubversos – Cena em Transa

MÚSICA E TEATRO

Oficina Insubversos – Cena em Transa

Facilitadores: Claudio Machado e Jarbas Bittencourt

Datas: 11 a 22/02 (Segunda à sexta)

Horário: 19h às 22h

Clique aqui e se inscreva  http://bit.ly/caetanear

 

EMENTA E OBJETIVO GERAL

O barroco universo musical presente na obra de Caetano será a matéria prima para a criação de “personagens”, cenas e dramaturgia. Para além da superfície dos discursos fortemente estabelecidos pelas palavras em suas canções, outro mundo composto de ritmos, dinâmicas, harmonias e melodias, criam um grande universo a ser explorado em suas composições. A idéia desta oficina é o desenvolvimento de uma pesquisa prática para identificação dos elementos, recursos, fundamentos e influências musicais (de gêneros e estilos de época) utilizados pelo compositor ao longo da sua carreira que possam servir como instrumentos indutores para criação de performances. Através de experimentos, exercícios e jogos cênico-musicais os participantes serão convidados a explorar, no campo perceptivo intelectual e prático, a obra do artista compreendendo e usando os elementos que compõem a linguagem da música para criar possíveis traduções para as artes cênicas de maneira autoral e performativa.

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  1.   Desenvolvimento geral da percepção musical e cênica;
  2.   Expressividade vocal e corporal;
  3.   Consciência do corpo, no espaço e com o coletivo;
  4.   Desenvolvimento da capacidade de Improvisação;
  5.   Desenvolvimento da habilidade de composição individual e coletiva;
  6.   Criação e elaboração de processo criativo cênico autoral.

 

PÚBLICO ALVO

Atores, dançarinos, performers, estudantes e profissionais das artes cênicas.

 

METODOLOGIA – Etapas do trabalho Criativo:

1. Compartilhamento geral do estudo musical previamente desenvolvido sobre a obra de Caetano;

2.Identificações individuais e recorte da obra de Caetano segundo a experiência musical de cada participante;

3.Criação de performances individuais e coletivas;

4.Montagem e apresentação coletiva.

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO.

  1.   Estudo prático físico e vocal dos elementos que compõem o som: Altura, intensidade, duração, timbre e dinâmica;
  2.    Estudo prático através do corpo dos elementos básicos da música: Melodia, harmonia e ritmo;
  3.    Fragmentação do corpo como exercício de consciência física e de construção de dramaturgia corporal do performer;
  4.    Conexão entre som, respiração e emoção para criação;
  5.    Escala de tensão no corpo e na voz do ator;
  6.    Polifonia do ator e da encenação (habilidades e linguagens envolvidas respectivamente);
  7.    Dramaturgia do ator e da encenação. Intérprete, personagem, argumento, ação e situação e os elementos da encenação (cenário, iluminação, figurino etc.)
  8.   Acento e Contraponto na criação;
  9.   Improvisação – Técnicas de improvisação. Desenvolvimento de criatividade de possibilidades expressivas. Jogo coletivo;
  10. Transcrição de linguagens: Música, Musicalidade e Cena;
  11. Construção de partituras individuais e coletivas;
  12.  Montagem de fragmentos e Composição cênica.

 

Share